Coletiva: Segup apresenta Operação Verão 2018 à imprensa

Text_2
Data da Pauta: 28/06/2018 09:00h
Expira em: 28/06/2018 12:00h
Local: Quartel do Corpo de Bombeiros
Endereço: Av. Júlio César esquina com a Av. Pedro Álvares Cabral
Contatos: Cléo Soares – 98719-2035 // Yáskara Cavalcante – 98422-3650

A Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) realiza coletiva de imprensa nesta quinta-feira (28), às 9h, no Quartel do Corpo de Bombeiros, na Avenida Júlio César, para apresentar as estratégias que serão utilizadas pelo Sistema de Segurança Pública durante as férias escolares de julho na Operação Verão 2018. As ações iniciam na sexta-feira, dia 29 de junho, e terminam no dia 30 de julho.

A coletiva ocorrerá de maneira simultânea em Belém e nos municípios de Capanema, Santarém, Marabá, Redenção e Paragominas. Na capital do estado, o encontro com jornalistas será conduzido pelo coronel André Cunha, secretário adjunto de Gestão Operacional, e contará com a presença de representantes do Detran, Corpo de Bombeiros, Polícias Civil e Militar, Superintendência do Sistema Penitenciário (Susipe) e Centro de Perícias Científicas Renato Chaves (CPC). Nos demais municípios, a coletiva será realizada com os comandantes de cada região.

Entre as ações e inovações a serem apresentadas na coletiva, estão os dois aplicativos desenvolvidos especialmente para o mês de julho: o Praia Segura, que permite aos usuários visualizarem tábua de marés, previsão do tempo, acesso ao serviço 193, dicas e fazer buscas por crianças desaparecidas, e o “Emergência”, outro app criado para auxiliar vítimas de acidentes em estradas.

O trabalho começa já na saída da capital. Veranistas que deixarem Belém rumo ao interior serão orientados por agentes da Polícia Rodoviária Federal, parceira da Segup, e do Detran, que estará com seu efetivo em várias estradas atuando na fiscalização e orientação de condutores.

Salinas

Também entre as inovações da edição 2018 da Operação Verão, está a instalação de 15 novas câmeras em pontos já definidos, com o objetivo de monitorar locais com índices altos de criminalidade, sobretudo no entorno da zona conhecida como Atalho da Sofia, na praia do Atalaia, e também na região da praia da Corvina.

Outro destaque da operação é o funcionamento das duas salas de comando e controle, instaladas nas praias do Atalaia e Maçarico, identificadas com placas em quatro idiomas – português, inglês, francês e espanhol – para auxiliar turistas a procurar ajuda em caso de acidentes ou furtos. Uma dessas salas também será implantada em Mosqueiro, onde dez câmeras também foram instaladas em pontos estratégicos.

Motoristas com destino a Salinas também poderão pagar o licenciamento – vencido ou não – em até 12 vezes no cartão de crédito. A Zona de Exclusão de Veículos Automotores é um dos destaques da Operação Verão 2018, para evitar acidentes e outros problemas na área praiana. A zona fica após o Atalho da Sofia, que será interditado do lado direito, no sentido da área de prática de esportes aquáticos, e veículos automotores ficarão impedidos de circular.

Ao longo da praia do Atalaia, o balizamento, que antes era de 2 km, agora aumentou em mais 500 metros de extensão. A área delimitada por bandeirolas permite que somente por lá circulem veículos.

As ações da Operação Verão 2018, com início em 29 de junho e término em 31 de julho, serão realizadas de forma integrada com o efetivo especial para a temporada das polícias Civil e Militar, Departamento de Trânsito do Estado, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, grupamentos Aéreo e Fluvial (Graesp e Geflu) e Centro de Perícias Renato Chaves. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) vai atuar no apoio intensivo na fiscalização das estradas. Guarda Municipal, Secon e Semob também estarão em parceria com o sistema de segurança pública.

Sugestão de entrevistado:

Coronel André Cunha, secretário adjunto de gestão operacional