Secom se prepara para cobertura do Círio 2016

Text_2

A Secretaria de Estado de Comunicação (Secom) já está trabalhando no planejamento da cobertura do Círio 2016. Para esta campanha, a equipe está desenvolvendo produtos com o conceito de comunicação integrada, buscando chegar a diversos canais e atingir um público nos mais variados pontos de contato.

Para reforçar essa integração, a Secom vai trabalhar em parceria com a Cultura Rede de Comunicação, mais diretamente com a TV e Portal Cultura, que irão exibir e compartilhar conteúdos.

Assim, além do conteúdo jornalístico para a Agência Pará, agência de notícias oficial do Estado, serão produzidos conteúdos para as redes sociais do Governo, que serão replicados pelos canais da Cultura Rede de Comunicação.

Um desses produtos é a série “Caminhos do Círio”, que vai reunir um total de cinco matérias contando um pouco da história de Belém pelos prédios que ficam no trajeto da festa religiosa.

“A ideia surgiu a partir da experiência bem-sucedida da série de verão com vídeos mostrando localidades do Estado, a Secom vai realizar um projeto semelhante nesta que é uma das maiores festas religiosas do mundo. A série vai focar nos pontos históricos que ficam ao longo do trajeto. Vamos contar um pouco dessa história e oferecer aos telespectadores/internautas informações sobre como e quando visitar esses espaços”, conta Sonia Ferro, uma das idealizadoras da série.

Os vídeos serão produzidos pela Secretaria e terão como apresentadores o social media da Secom, Zek Nascimento e a apresentadora da TV Cultura, Amanda Campelo.

Snap – Outro produto bem sucedido da Secretaria de Comunicação que irá se repetir no Círio é a cobertura via Snapchat. Nossa equipe de snappers começará a cobertura ainda em setembro mostrando como a cidade está se preparando para o evento, segue cobrindo as principais romarias e encerra a cobertura na grande procissão de domingo, dia 09 de outubro.

Para o Snap, os social medias da Secom vão mostrar fatos inusitados e tentar capturar a emoção do momento, aproveitando a mobilidade do celular que permite ao snapper estar mais próximo dos fatos.

“O legal do Snpachat é que ele aproxima os seguidores de manifestações como essa, sobretudo, daqueles que nunca viram de perto ou daqueles que são daqui, mas moram fora e morrem de saudade. Vamos aproveitar a mobilidade da tecnologia para contar as histórias bonitas dessa festa religiosa”, Petterson Farias, social media da Secom.

No Círio, os vídeos exibidos no Snapchat do Governo também serão exibidos na TV Cultura, complementando a transmissão da emissora.