Secom finaliza o ano com site próprio e novo endereço

Text_2

A Secretaria de Estado de Comunicação (Secom) termina ao no de 2015 de cara e de casa nova. As equipes das diretorias que compõem a secretaria já estão se instalando no novo prédio, que fica localizado na área do complexo do Palácio de Governo, próximo à entrada pela avenida Dr. Freitas, em Belém.

“A disposição das salas e departamentos também diz muito. Por isso privilegiamos no projeto a integração que já vem sendo desenvolvida há algum tempo entre a comunicação institucional e digital e o jornalismo, além da diretoria de comunicação comunitária e popular”, destaca o secretário de comunicação Daniel Nardin.

A expectativa é que a mudança também reflita em economia para o órgão. “Outro ponto positivo é que temos um espaço maior para receber as unidades setoriais do Sistema Integrado de Comunicação do Governo do Estado (Sicom), que são as assessorias de comunicação de cada órgão. Com isso, poderemos integrar mais, trocar idéias e experiências para promover uma comunicação cada vez mais ágil, transparente e de prestação de serviço público”, disse.

Além da nova sede física, a Secom passa a contar com site próprio. Desenvolvido pela equipe da Diretoria de Comunicação Institucional para divulgar o perfil institucional e os projetos desenvolvidos pela secretaria no Estado.

Para Antonio Neto, diretor de Comunicação Institucional da Secom (DCI) comenta como era o trabalho antes da implantação do site da Secom e como este projeto é importante para dar visibilidade às atividades internas da secretaria.

“Antes nós fazíamos apenas a administração e alimentação de dois grandes sites, o portal do Estado e a Agência Pará, que cumpre uma função importante quanto ao jornalismo. Porém, a Secom precisava de um espaço de conteúdo mais estático e institucional mesmo, com áreas de download  para marcas do governo, manuais de identidade física, web, área de cadastro de veículos de comunicação, licitações públicas e espaços para projetos como Biizu, Pará Responde, Publicom, Rádio-Escola, entre outros”, disse Antonio Neto.