Projeto Biizu leva oficina de rádio ao Centro Juvenil Masculino

Text_2

Desde a última segunda-feira, 21, adolescentes de 15 e 16 anos internos do Centro Juvenil Masculino – CJM, ligado à Fundação de Atendimento Socioeducativo do Pará – Fasepa, estão participando da oficina de Rádio, levada pelo Projeto Biizu. O objetivo é que os participantes sejam instrumentalizados para dar início à uma  rádio interna no CJM e também produzir mensalmente programas de rádio para ser veiculados em emissoras como a Belém FM e Rádio Cultura FM.

Durante esta semana, os internos do CJM estão fazendo exercícios, aliados à teoria, sobre os processos de produção de um programa de rádio. Ministrada pela jornalista Danielle Ferreira, a oficina foi uma proposta de professores atuantes na unidade, que viram no rádio uma forma de trabalhar melhor a humanização dos adolescentes em seu processo de ressocialização.

Segundo o professor Arlindo Alves, da Secretaria de Estado de Educação – Seduc, atuante no CJM, as histórias de vida desses jovens é rica e muitos possuem talentos que precisam ser trabalhados. Eles chegam com uma grande bagagem cultural, em especial os viveram a infância no interior, mas que por conta de um deslize grave acabam perdendo temporariamente a liberdade. Nossa missão aqui é não deixar que esse potencial deles se perca, por isso buscamos essa vinda do Projeto Biizu, pra que eles tenham essa possibilidade de explorar essas potencialidades “, explica o arte-educador.

O professor Arlindo Alves enfatiza ainda que a oficina também aumenta a capacidade de compreensão deles para disciplinas como a sociologia e língua portuguesa, já que os temas abordados passam por diversas questões, como gênero  e direitos. “Queremos proporcionar a melhor formação de ressocialização deles. Nossa função aqui é humanizar isso.”, finaliza Arlindo.

A Oficina de Rádio do Projeto Biizu segue até a próxima sexta-feira, dia 25, com os internos do Centro Juvenil Masculino, em Ananindeua.