População fala sobre os avanços do Pará em 2015

Text_2

A história de um estado não pode ser contada de maneira melhor do que pelo seu povo. Para apresentar alguns projetos realizados pelo Estado em 2015, a Secretaria de Estado de Comunicação (Secom) levou essa máxima a sério. Idealizado pelo titular da instituição, Daniel Nardin, o projeto “Histórias que contam 2015” apresenta os avanços para o Estado e seus cidadãos no ano que passou por meio de depoimentos de vários cantos do Pará.

Ao todo são 34 vídeos e 40 matérias que contam histórias de paraenses e de pessoas que adotaram o estado como destino. “O material gira em torno dos personagens, pessoas que de alguma forma tiveram suas vidas beneficiadas nesse ano por projetos do governo”, diz Silber Gama, Diretor de Jornalismo da Secom e um dos coordenadores do projeto e. “Fizemos essa experiência de focalizar nas pessoas. Na verdade, estamos colocando em prática aquilo que o próprio Governador sempre fala, que são as pessoas que possibilitam as obras e projetos do governo, e que o papel do governante é de devolver isso para elas”, explica.

Com o projeto, conhecemos  histórias como a de Mickael Viana, 6 anos, que foi uma das primeiras crianças atendidas no Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo. Para a mãe, a nova estrutura do hospital é um dos motivos que mais contribuíram para a melhora do menino.

O produto será apresentado em duas plataformas: on-line, onde se encontram os textos, fotos e vídeos, e a revista, que, além dos textos, possui ao final de cada matéria um QR Code com um link para as páginas da web.

A produção dos vídeos foi feita em parceria com uma produtora, mas foram os próprios repórteres da Secom os responsáveis por  coordenar as gravações. “Eles iam para produzir as matérias para a Agência Pará, já faziam os textos do projeto, que, além da plataforma online, irão para uma revista, e também coordenavam a produção dos vídeos”, explica Antenor Filho, coordenador do Núcleo de TV e Rádio da Secom e responsável pelos vídeos do projeto.

“O Daniel nos apresentou essa proposta diferente e nós executamos. Como aqui na Secom  temos repórteres experientes em TV e plataformas multimídias. Estamos muito satisfeitos com o resultado do trabalho”, comemora Antenor.

O material está disponível no aqui, mas também é possível acessar o projeto pelo www.pa.gov.br e pela Agência Pará. As revistas ainda estão sendo impressas e serão distribuídas em abril.

Foto: Sidney Oliveira.